A MAÇONARIA NA HISTÓRIA: SINAIS SECRETOS

A estrutura de uma loja nos tempos do Iluminismo: não tão
 distante das atuais e com a presença dos vários símbolos da
 ordem (Cerimônia de iniciação na Loja Maçônica de Viena,
 óleo sobre tela, Ignaz Unterberger, século XVIII)
A imagem que se faz dos maçons é a de um grupo de homens sisudos participando de cerimônias esquisitas que envolvem aventais, apertos de mão secretos, calças enroladas nas pernas e um emaranhado de símbolos esotéricos. Mas o que significam todos aqueles estranhos signos? E por que eles usam os tais aventais? O que ouvimos sobre os seus misteriosos rituais é realmente verdadeiro ou não passa de boato? 
Este capítulo se propõe responder a essas perguntas que aparentemente causam perplexidade. Existem muitas respostas bem surpreendentes porque os motivos dos rituais à primeira vista estranhos e bizarros estão firmemente baseados em certa lógica e, claro, em tradições muito antigas. Não há dúvida de que também desapontaremos aqueles que acreditam que os símbolos usados pelos maçons sejam signos insidiosos de uma organização perversa, demoníaca, conspiratória que não leva em conta os interesses dos demais, apenas os dos próprios membros. No entanto, seja qual for a sua visão dos maçons, existem muitos signos, símbolos e rituais da maçonaria que são fascinantes.

Já vimos que muito do material secreto associado a essa reservada organização fraternal pode ser rastreado até suas origens entre os pedreiros medievais, que praticavam um artesanato altamente qualificado e tomavam cuidado para não deixar o não iniciado conhecer demais o que eles faziam. Afinal eram, de certo modo, uma elite que tinha a forte sensação de que o melhor para o seu ofício era conservar vedados os segredos de seu sucesso. Não ajudaria em nada deixar qualquer um ter acesso a habilidades, técnicas e conhecimentos duramente conquistados ao longo de muitas gerações. Então vamos examinar em detalhe todos os importantes símbolos que jazem no cerne da maçonaria e desvelar seu significado oculto.

Muitos símbolos associados à maçonaria têm sua origem nas ferramentas do ofício dos pedreiros medievais e com muita frequência são de natureza matemática. As interpretações deles por vezes variam, então não estranhe se em outra obra encontrar informações diversas das que aqui estão. Não serão necessariamente errôneas, mas nos preocupamos em selecionar as informações mais pertinentes a uma visão se não necessariamente ortodoxa, pelo menos mais consolidada pelo consenso e pelo tempo.
Fonte: História Viva 




Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro