Prudência

*Por Barbosa Nunes
Todas as religiões têm suas orações para pedir bênçãos, agradecer a Deus, louvar e pedir perdão. Orar
todos os dias é uma prática nossa. A oração é pensamento, mensagem escrita ou oral. É uma fala com Deus.
Recebi a mensagem degravada de psicofonia pelo médium João Pinto Rabelo, ocorrida em reunião na sede da Federação Espírita Brasileira, no dia 10 de maio de 2014, enviada por José do Patrocínio. Mensagem postada pelos maçons José Manoel de Brito, José Batista Faleiro e Alexandre Giffoni Júnior e muitos outros, divulgada pelo ex-presidente da Federação Goiana Espírita do Estado de Goiás, Cauci de Sá Roriz. Com toda consideração aos inúmeros leitores, irmãos e amigos que nos acompanham, respeitando suas crenças, achei oportuna a sua reprodução, pedindo e clamando por prudência nestes momentos que o país passa na realização de uma Copa do Mundo e de uma eleição a seguir. Prudência já evidenciada pelo filósofo chinês Confúcio, que viveu de 551 a.C a 479 a.C, ao afirmar: “Os que são prudentes e humildes raramente tropeçam”.
Transcrevo a seguir a mensagem de José do Patrocínio.Leia mais
“Aquietemo-nos! Relembram os Instrutores Espirituais. A transição recomenda prudência. A Pátria do Cruzeiro, com a responsabilidade de representar a fraternidade na Terra, está diante dos olhos do Mundo que aproveitando a ocasião dos jogos, redescobre o Brasil.

Colocamo-nos, nesse momento, à disposição dos benfeitores, para pedir as bênçãos para nossa gente, para nossa terra, para nosso torrão natal. E percebemos o cuidado dos Espíritos Nobres que representam os pais da pátria, para zelar pelo equilíbrio, pela prudência e pela ordem.

Os benfeitores nos recomendam prudência. Aquietarmos antes de acelerarmos; paciência, antes que a preocupação maior; oração, antes que o receio.

Os nossos amigos maiores pedem que nos habituemos nesses dias: amanhecer orando pela pátria; durante o dia, mentalizar a paz na pátria; ao adormecer, orar pelo equilibro da pátria, porque o mundo espiritual nobre, certamente, cuidando de nós, cria as condições de defesa para que os acontecimentos ocorram com equilíbrio, para que a ordem não se deixe vencer pela desordem, para que a prudência nos conduza com equilíbrio à condução do processo das mudanças necessárias.

Os irmãos infelizes, acostumados à balburdia, à desordem no mundo espiritual inferior, querem aproveitar, também, no seu trabalho organizado, chamar atenção do mundo, para desmoralizar o grande “Programa de Jesus” para o Brasil. Por isso, em nome deles, nós queremos pedir aos nossos companheiros o hábito da oração em favor da paz.

Teremos, certamente, preocupações graves que devem esperar de nós e receber das nossas orações o testemunho do equilíbrio, para que as forças do mal não encontrem espaço também em nós.

Os espíritas conhecedores desses acontecimentos, da ação dessas criaturas infelizes, nossos irmãos, devemos estar conscientes de que representamos elos da grande corrente da bondade que protege o grande programa que o Cristo de Deus colocou nas mãos do povo brasileiro.

Estejamos, pois, meus irmãos, atentos, não sejamos aqueles que multiplicam as más informações e notícias, mas asserenados, aquietados, nos liguemos aos benfeitores, nesse momento importante, para que possamos transmitir para o mundo inteiro a nossa gente tão boa, a expectativa de um ambiente de paz e de um povo ordeiro e generoso, mas sobretudo Cristão.

Orando juntos, estaremos ligando as forças vivas da bondade, que emana do coração do nosso mestre, o Cristo de Deus. Estaremos oferecendo aos nossos dirigentes encarnados, aqueles homens e mulheres que têm a incumbência de zelar pelo equilíbrio e pela orientação política, econômica, social do Brasil, para que os acontecimentos, que possam ocorrer, não perturbem a generalidade da nação, e para que o “Programa do Cristo” se faça maior do que os transtornos, e para que, de um modo geral, todos nós contribuamos para a paz.

Mantenham-nos aquietados, confiantes, vigilantes e orando, entregando-nos às mãos santíssimas de Jesus de Nazaré. Não tenhamos receios, confiemos atentos.

Os momentos políticos que vive o planeta não têm como não refletir no Brasil, e representando o foco do mundo nesses dias é importante que estejamos aqui na nossa Casa, oferecendo o melhor ambiente vibratório de beleza espiritual, para que se possa cumprir, com o apoio dos Espíritos Nobres, o “Programa de Jesus”.

Os momentos recomendam prudência, e cuidado. Oremos meus irmãos e mantenham-nos em paz. Que Jesus abençoe a Pátria que amamos, que o Cristo de Deus ilumine as consciências das nossas autoridades, que os ambientes dos jogos sejam protegidos pelas forças da luz, e que a nossa certeza na condução dessas energias nobres faça de nós também instrumento da paz.

Que o Cristo de Deus nos abençoe. Abraço-vos, fraternalmente, José do Patrocínio.”


(Barbosa Nunes, advogado, ex-radialista, membro da AGI, delegado de polícia aposentado, professor e Grão-Mestre Geral Adjunto do Grande Oriente do Brasil)
Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro