Pr.'. da ARLS Obreiros de Caratinga Nº 1832 ao Soberano Grão-Mestre Marcos José da Silva

Segue abaixo a Pr:. da ARLS. OBREIROS DE CARATINGA Nº 1832, Or:. de Caratinga, Minas Gerais.
  Solicito aos Veneráveis Irmãos, que divulguem em suas lojas o conteúdo da mencionada prancha, já que temos visto na internet, cobranças à maçonaria e aos clubes de serviço, sobre a atual situação política do Brasil.

Caratinga, 10 de fevereiro de 2014 da E.'. V.'.

Ao Soberano Grão Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil                            
Sapientíssimo Irmão Marcos José da Silva
Brasília – DF.

            Soberano Irmão,

 Os Irmãos abaixo assinados e identificados através do número constante da CIM, membros de várias Lojas Maçônicas, indignados com a situação existente atualmente em nosso país, vem à presença do soberano Irmão levantar algumas questões e fazer o requerimento abaixo:
Como cediço estamos vivendo sob o domínio de um governo, antidemocrático, com um antirrepublicano projeto de poder, que está envergonhando a todas as pessoas de bem desse país.
 Temos um Congresso omisso e subserviente, cuja maioria de seus componentes só sabe praticar o assistencialismo através dos mais variados tipos de “bolsas esmolas”, vendendo-se a quem paga mais.
As maiores empresas de nosso país foram dilapidadas por péssimas administrações perpetradas pelos "cumpanheiros", estando servindo apenas para patrocinar o partido que está no poder. Leia mais

 Nosso Judiciário, nas suas altas esferas, na maioria das vezes está preso nas mãos do governo, prejudicando os legítimos interesses dos cidadãos.
 A corrupção é vergonhosa no Brasil, onde temos excesso de ministros e políticos, e nossa presidente, como se vivesse num conto de fadas, está ajudando ditadores e ditaduras mundo a fora, além de patrocinar eventos para os quais nosso país se mostra despreparado para abrigar, sendo, pois, totalmente desnecessários, o que somente está servindo para mais desvios de recursos por parte do governo federal.
 A violência está imperando em nosso país, e o que se vislumbra é a defesa de bandidos, pelas autoridades - mormente o governo federal -, invertendo-se os valores morais. Nossos congressistas, ao invés de instituírem penas mais rigorosas para assassinos e estupradores, presenteiam-lhes com gorda Bolsa Presidiário, além de indenizações para terroristas de outrora.
Enquanto isso, grande parte do povo brasileiro trabalha honestamente para ganhar menos do que aqueles que mataram, roubaram e estupraram. Isso somente estimula o banditismo.
Nossos impostos são os maiores do mundo e não temos estradas decentes, portos modernos (só em Cuba!), nem saúde, nem segurança, nem escolas que ensinem para valer, nem creches para atender a população que, forçosamente, tem de ir à luta.         
As entidades que teriam que combater esse (des)governo nada fazem e por isso estamos caminhando a passos largos para a implantação de UMA DITADURA COMUNISTA EM NOSSO PAÍS.
 Esse quadro caótico, conforme aduzido acima, é vergonhoso ! Atualmente pensar no bem deste país é ser trouxa. Não podemos nem ao menos andar armados visando a nossa defesa pessoal, a de nossas famílias e de nosso patrimônio, enquanto os bandidos fazem o que querem livremente.

Por que então a Maçonaria está calada, dormindo em berço esplêndido? Até quando iremos ficar na zona de conforto reunidos e escondidos na comodidade de áreas climatizadas?

Quando sairemos às ruas para combater a tirania imposta por este governo ditatorial, censor e corrupto, que está tentando nos escravizar através da implantação do comunismo – travestido de socialismo – em nosso país ?

 Queremos crer que a nossa Maçonaria ainda se dispõe a um bom combate pelas nobres causas para a manutenção da Liberdade; do direito à Igualdade e de viver a Fraternidade, de forma digna.

 Se nós não enfrentarmos de frente essa situação, não conseguiremos justificar a nossa existência dentro dos Templos onde nos reunimos.

Nós juramos e não estamos cumprindo nossos juramentos de combater a tirania de um governo corrupto como o que atualmente (des)governa o nosso país.

 Quando o GOB, Poder Central, dirigido pelo Soberano Irmão irá lançar uma campanha contra esse (des)governo corrupto, amigo de ditadores e que está transformando nosso país numa grande ditadura comunista? Quando sairemos às ruas para enfrentar os governantes guerrilheiros e a horda vermelha que os acompanha vivendo das benesses do poder em detrimento do restante da população honesta e trabalhadora? Quando acontecerá a nossa primeira manifestação em nível nacional?

O ano de 2014, para todos nós pessoas de bem, começa com esse desafio. Temos de justificar diante da sociedade a razão da existência da nossa Instituição; a que veio; o que quer; o que prega e luta, através de seus membros, para por em prática, pois se continuar como está, seus obreiros não passarão de um bando de covardes e hipócritas, iguais aos que usurpam a nação, nesse período sombrio de sua história.

 Se o Soberano achar que estamos errados, será o caso então de nos retiramos dignamente da Ordem, pois não queremos ser omissos e Maçons de fachada.
           
 Diante dos lamentáveis fatos acima expostos, todos os que esta assinam, requerem um enérgico pronunciamento por parte do Soberano Irmão contra as mazelas praticadas pelo (des)governo federal, isto em todos os tipos de mídias existentes, se possível com convocação de entrevista coletiva, bem como o lançamento de uma campanha em nível nacional, com manifestações públicas contra a ditadura comunista que estão tentando
implantar em nosso país, senão depois poderá ser muito tarde...

Eis o que fica expressamente requerido, aguardando, pois uma resposta por parte do Soberano Irmão ao Irmão que lhe enviar esta correspondência, a qual será distribuída por cópia a todos que a assinaram, bem como afixada em local de fácil acesso para conhecimento público.

Nome/Assinatura      CIM:  Loja:  

Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro