Fim da linha para Eike Batista. Agora é calote

Fonte: Brasil 247
Em meio aos rumores de que pedirá recuperação judicial ainda hoje, petroleira do grupo EBX despencava 20,69% às 10h36 no Ibovespa; empresa comunica ao mercado que não houve acordo com credores para reestruturar as dívidas de US$ 3,6 bilhões da companhia; empresário que prometia ser o mais rico do mundo termina sua saga de forma melancólica; caso irá deflagrar nova guerra política, uma vez que Eike Batista era apontado como um dos "campeões nacionais" apoiados pelo PT. Leia mais

Do Infomoney - As empresas de Eike Batista voltam ao holofote do mercado nesta terça-feira (29). Em meio aos rumores de que pedirá recuperação judicial e após anunciar que encerrou sem acordo as conversas com credores detentores de US$ 3,6 bilhões em bônus da dívida, as ações da OGX (OGXP3), petroleira do Grupo EBX, registravam no pregão desta terça-feira (29) às 10h36 (horário de Brasília) queda de 20,69%, sendo cotados a R$ 0,23. As ações ficaram cerca de 15 minutos em leilão antes de abrirem nesta sessão. O volume financeiro já alcança R$ 95,9 milhões, acima da média diária dos últimos 21 pregões, de R$ 88,7 milhões.

A empresa informou nesta madrugada que, "após meses de negociação com alguns detentores de seus 8,375% Senior Notes com vencimento em 2022 e 8,5% Senior Notes com vencimento em 2018, conclui as discussões com os detentores de seus bonds, porém nenhum acordo foi alcançado".

Segundo três fontes disseram à Reuters, a empresa se prepara para entrar com pedido de recuperação judicial a partir desta terça-feira. Se confirmado, o processo de recuperação judicial da OGX será o maior da história de uma empresa latino-americana.

Uma das fontes da Reuters disse na segunda-feira que a OGX planeja excluir do pedido de recuperação judicial sua unidade de gás natural OGX Maranhão, que atualmente negocia venda de uma participação para a Eneva (ENEV3), ex-MPX Energia. Na véspera, a Eneva comunicou ter celebrado contrato de opção com bancos e credores da OGX Maranhão para elevar sua fatia na empresa. As ações da Eneva chegaram subir 6,67% na máxima do dia, mas minizaram e registram valorização de 2,44%, a R$ 4,61.

OSX confirma que não tem intenção de pedir recuperação judicial

Já a OSX Brasil (OSXB3), empresa de construção naval do grupo de Eike, afirmou em comunicado enviado na véspera à Reuters que a diretoria da companhia não tem intenção de pedir recuperação judicial no momento. Em reflexo, suas ações disparam 10,45%, a R$ 0,74.

A empresa, que enfrenta falta de caixa e ainda não conseguiu vender suas plataformas para fazer frente às dívidas que somam cerca de R$ 5,3 bilhões, confirmou a informação de fontes ouvidas pela agência de notícias de que a empresa buscará evitar o pedido de recuperação judicial.

Leia abaixo reportagem anterior do 247:

Fim da linha para Eike. Agora é calote

247 - A OGX, do empresário Eike Batista, avisou ao mercado que não conseguiu chegar a um acordo com seus credores para reestruturar a dívida de US$ 3,6 bilhões da companhia. Diante disso, a empresa pedirá recuperação judicial, naquela que será a maior moratória privada da história da América Latina. Termina, assim, de forma melancólica a saga do empresário brasileiro que prometia ser o mais rico do mundo, mas não conseguiu entregar os resultados prometidos a seus investidores.

O caso Eike também deverá deflagrar uma nova guerra política, uma vez que ele era apontado como um dos "campeões nacionais" apoiados pelo BNDES e pelos governos do PT. O BNDES é um de seus principais credores, mas alega que não será afetado pelo calote.

Abaixo o noticiário da Reuters:

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO, 29 Out (Reuters) - A petroleira OGX encerrou as conversas com detentores de 3,6 bilhões de dólares em bônus da dívida com vencimento em 2018 e 2022 sem obter um acordo para reestruturar sua dívida após meses de negociações, disse a empresa em um comunicado na madrugada desta terça-feira.

A OGX, controlada pelo ex-bilionário Eike Batista, se prepara para entrar com pedido de recuperação judicial a partir desta terça-feira, disseram três fontes com conhecimento da situação à Reuters na segunda-feira.

(Por Jeb Blount e Guillermo Parra-Bernal)


Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro