Em dez anos, Brasil nada avança no combate a aids

Em dez anos o Brasil nada avançou no combate a aids. Um balanço divulgado nesta segunda-feira pelo Ministério da Saúde, em Brasília, mostra que a incidência da doença manteve-se em 17,9 casos a cada 100.000 habitantes de 2000 a 2010. Nesse período, claro, houve oscilações - entre 2009 e 2010, por exemplo, o índice caiu de 18,8 para 17,9 -, mas o recorte de dez anos prova a estagnação. O perfil do infectado pelo vírus HIV também mudou. Hoje a doença avança entre os moradores de pequenas cidades e entre jovens homossexuais e adolescentes do sexo feminino.
Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro