Suposto estupro no BBB é destaque em jornais estrangeiros

BBC Brasil
O suposto estupro de uma participante do Big Brother Brasil 12 em frente às câmaras do programa de reality show é destaque nos jornais estrangeiros nesta terça-feira.

O britânico The Guardian destacou que o caso gerou uma "indignação pública" nos sites de mídia social.

Na terça-feira, a polícia do Rio confirmou que está investigando o episódio no qual o modelo Daniel Echaniz, 31, entrou sob a coberta da participante Monique Amin, 23,

Entrevistada no paredão, Monique, que dormia pesadamente após uma festa regada a música e bebida na casa, disse se lembrar apenas de uma troca de beijos entre os dois.

O tablóide britânico Daily Mail mostrou uma foto da cena ilustrando a movimentação sob as cobertas de Monique, "apesar de ela mal se mover".
Interrogados pela polícia, ambos negaram ter havido estupro. Entretanto, Daniel foi expulso da casa pela TV Globo, que considerou seu comportamento "gravemente inadequado".

A filmagem saiu a público em sites como o de compartilhamento de vídeos Youtube, mas foi removido a pedido da Globo sob alegação de quebra de direitos autorais.

O jornal australiano Sydney Morning Herald destacou as críticas contra a emissora que o episódio gerou.

"Os produtores do programa foram atacados por não intervir", afirmou a reportagem do jornal.

"A organização de direitos das mulheres Change.org deu início a uma petição para que a companhia seja responsabilizada pelo incidente."
Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro