SAIBAMOS CHORAR


Produzo este artigo em 1° de novembro de 2017, na cidade de Recife, onde estive levando detalhes e compromissos da minha caminhada maçônica, apresentando-me como pleiteante à nobre missão de contribuir como participante das eleições que acontecerão no próximo dia 10 de março de 2018, tendo como companheiro o paulista Ademir Cândido da Silva, com a participação dos maçons do Grande Oriente do Brasil elegendo um novo Grão-Mestre Geral e Adjunto para o quinquênio 2018/2023.

O que me move neste momento, data que antecipa 2 de novembro, Dia de Finados? Criado para honrar e lembrar as pessoas que já faleceram. A palavra finado qualifica algo ou alguém que materialmente chegou ao fim.

Lamentavelmente tornou-se muito comercial, pois em torno da morte há interesses os mais grandiosos e financeiros, quando flores, velas e outros itens cobrem os cemitérios do Brasil e do mundo. Aqui é feriado nacional.

O Dia de Finados é comemorado desde o século XI e no século XIII a Igreja Católica fixou o dia 2 de novembro para essa celebração. Diferentes religiões ou denominações da mesma religião abordam este dia de forma diferente, não sendo celebrado pelas pessoas de todas as religiões. No México as celebrações duram três dias, as ruas são enfeitadas e são organizados vários desfiles. Na Inglaterra é o “Dia de Todas as Almas”.

A palavra finado origina-se no verbo finar, “acabar”, “findar”, “finar-se”. Muitos dizem que perderam um familiar, um amigo, uma pessoa querida. É preferível dizer que jamais perdemos alguém. Houve simplesmente uma partida, ficando a saudade, abençoada saudade, a mostrar que há amor em nosso coração. As vibrações de carinho, evocando as lembranças felizes, fazem bem em memória deles e aqui ficando, orando por eles, realizando caridade em suas homenagens, tudo contribuirá para a felicidade deles na pátria espiritual.

Podemos chorar, mas saibamos chorar. Que seja o choro de saudade e não de inconformação.

É nesta saudade de entes tão queridos nossos e de todos os leitores que me curvo e no silêncio que curto nesse momento na capital de Pernambuco, faço preces pela paz daqueles que partiram e momentaneamente nos deixaram. De uma forma muito espontânea, até muito simples, porem num texto extraordinariamente construído por Vinícius de Moraes, quero deixar o meu chamamento para que quando formos, possamos ser vistos como neste poesia intitulada, sempre com emoção muito bem declamada, por Rolando Boldrin, “Ser seu amigo”.

“Se eu morrer antes de você, faça-me um favor. Chore o quanto quiser, mas não brigue com Deus por Ele haver me levado. Se não quiser chorar, não chore. Se não conseguir chorar, não se preocupe. Se tiver vontade de rir, ria.

Se alguns amigos contarem algum fato a meu respeito, ouça e acrescente sua versão. Se me elogiarem demais, corrija o exagero. Se me criticarem demais, defenda-me. Se me quiserem fazer um santo, só porque morri, mostre que eu tinha um pouco de santo, mas estava longe de ser o santo que me pintam. Se me quiserem fazer um demônio, mostre que eu talvez tivesse um pouco de demônio, mas que a vida inteira eu tentei ser bom e amigo.

Se falarem mais de mim do que de Jesus Cristo, chame a atenção deles. Se sentir saudade e quiser falar comigo, fale com Jesus e eu ouvirei. Espero estar com Ele o suficiente para continuar sendo útil a você, lá onde estiver. E se tiver vontade de escrever alguma coisa sobre mim, diga apenas uma frase: 'Foi meu amigo, acreditou em mim e me quis mais perto de Deus!' Aí, então derrame uma lágrima.

Eu não estarei presente para enxugá-la, mas não faz mal. Outros amigos farão isso no meu lugar. E, vendo-me bem substituído, irei cuidar de minha nova tarefa no céu. Mas, de vez em quando, dê uma espiadela na direção de Deus. Você não me verá, mas eu ficaria muito feliz vendo você olhar para Ele. E, quando chegar a sua vez de ir para o Pai, aí, sem nenhum véu a separar a gente, vamos viver, em Deus, a amizade que aqui nos preparou para Ele.

Você acredita nessas coisas? Sim? Então ore para que nós dois vivamos como quem sabe que vai morrer um dia, e que morramos como quem soube viver direito. Amizade só faz sentido se traz o céu para mais perto da gente, e se inaugura aqui mesmo o seu começo. Eu não vou estranhar o céu. Sabe por que? Porque ser seu amigo já é um pedaço dele!”



Barbosa Nunes, advogado, ex-radialista, membro da AGI, delegado de polícia aposentado, professor e maçom do Grande Oriente do Brasil - barbosanunes@terra.com.br

SERGIO CASTRO TURISMO

CURITIBA - CARNAVAL

Período: De 09/02/2018 a 14/02/2018
Duração: 05 noites / 06 dias
A partir de: R$ 1.285,00
Saída: Vitória
Confira abaixo as informações completas deste pacote.


CARNAVAL EM PORTO DE GALINHAS

Período: De 09/02/2018 a 14/02/2018
Duração: 05 Noites / 06 Dias
A partir de: R$ 3.013,00
Saída: Vitória
Confira abaixo as informações completas deste pacote.



GRAMADO - PROMOÇÃO FÉRIAS DE JANEIRO EM ATÉ 25% OFF

Período: De 24/01/2018 a 28/01/2018
Duração: 04 Noites / 05 Dias
A partir de: R$ 1.180,00
Tipo: Nacional
Saída: Vitória
Confira abaixo as informações completas deste bloqueio.


Período: De 16/01/2018 a 21/01/2018
Duração: 04 Noites / 06 Dias
A partir de: R$ 1.260,00
Tipo: Rodoviário
Saída: Vitória. Os passageiros do norte do Espirito Santo poderão embarcar (local a combinar) nas cidades que ficam à margem da BR-101) 
Confira abaixo as informações completas deste bloqueio.

SEGUNDA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2017

BUENOS AIRES - RÉVEILLON 2017/18


Duração: 04 noites / 05 dias
A partir de: USD 867,00
Saída: Vitória




FORTALEZA - FERIADO PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

Período: De 15/11/2017 a 19/11/2017
Duração: 04 noites / 05 dias
A partir de: R$ 1.575,00
Saída: Vitória




CRUZEIRO MARÍTIMO COSTA FASCINOSA RUMO AO PRATA COM AÉREO SAINDO DE VITÓRIA

Período: De 04/03/2018 a 13/03/2018
Duração: 10 Dias
A partir de: USD 850,00
Tipo: Internacional
Saída: Vitória



Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome

E-mail *

Mensagem *