Cientista nuclear morre em Teerã após bomba explodir em seu carro

Carro do professor universitário Mustafa Ahmadi Roshan,
que morreu após explosão de bomba
TEERÃ - O cientista nuclear iraniano e professor universitário Mustafa Ahmadi Roshan, de 32 anos, morreu nesta quarta-feira após uma bomba explodir em seu carro no norte de Teerã, informou a imprensa local.

A bomba, cuja explosão feriu outras duas pessoas no bairro de Seyed Khandan, próximo à universidade, foi colocada no veículo por um indivíduo que viajava em uma motocicleta, contaram testemunhas citadas pela cadeia "Press TV".
Roshan, professor da Universidade Tecnológica de Teerã, supervisionava a usina de enriquecimento de urânio de Natanz, na província de Isfahan, indicou a agência semioficial "Fars".

A morte de Roshan acontece exatamente dois anos depois do falecimento de Majid Shahriari, um famoso cientista nuclear iraniano, em outro atentado.

Outros cientistas iranianos supostamente vinculados com o controverso programa nuclear de Teerã já foram objeto de atentados.

O cientista nuclear e professor universitário Massoud Ali Mohammadi morreu em um ataque similar, em janeiro de 2010, em Teerã.
Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro