Tempos de Equilíbrio

*Marcos José da Silva
A procura do equilíbrio, ou o desfrute do equilíbrio, parece marcar estes dias que antecedem o momento sideral do Equinócio, quando o dia e a noite terão igual duração, espécie de mensagem que adverte contra o culto das iniquidades e que se reflete no chão de nossos templos, na harmonia do piso de mosaico e naquela palavra que assinala uma das grandes aspirações dos povos, registrada em nossa legenda maior: a Igualdade, ao lado da Liberdade e da Fraternidade.

Na Maçonaria Brasileira, importante exemplo de fraternidade ocorreu na última semana com os trabalhos da Soberana Assembleia Federal Legislativa, desenvolvidos segundo os princípios maçônicos de respeito mútuo no transcurso dos debates entre os poderosos irmãos deputados e no equilíbrio sustentado pelos dirigentes dos trabalhos, liderados pelo Sapientíssimo Presidente do Poder Legislativo.
.
Também faz parte deste momento maçônico, o espírito de patriotismo e de civismo que vimos passar nas manifestações das lojas e dos irmãos, por motivo das celebrações da Semana da Pátria, destacando-se os sucessos e as vitórias alcançados pelos brasileiros nos últimos anos, alicerçados nos esforços conjunto do povo e dos governos em muitos decênios.
.
Assim, vieram à tona o empenho vitorioso pela diminuição da pobreza, a galhardia dos nossos governantes no trato com a crise financeira mundial, a exibição perante o mundo da pujante democracia em que vivemos, inclusive com plena liberdade de imprensa, a tenaz perseguição aos predadores do erário, como é o caso da instituição da Lei da ficha limpa.
.
Ressalte-se a livre manifestação popular, no próprio Dia da Pátria, contra a corrupção, hoje tão combatida pela sociedade do nosso País com apoio legítimo dos verdadeiros patriotas. Note-se que vem diminuindo a legião de brasileiros cuja visão deficiente aproveita-se das dificuldades naturais do nosso desenvolvimento para atacar o País como um todo e apresentá-lo ao mundo em situação de inferioridade.
.
Que as vitórias do nosso povo, da nossa sociedade e da nossa Pátria sirvam de modelo a outros povos, merecedores todos dos benefícios da Igualdade, secularmente defendida pela Maçonaria e sempre pressentida ao influxo das vibrações celestiais do Equinócio.

*Marcos José da Silva é Grão-Mestre Geral do GOB
Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro