Diplomata sênior da Venezuela é expulsa dos Estados Unidos

Livia Acosta Noguera
A cônsul da Venezuela em Miami (EUA), Livia Acosta Noguera, foi declarada “persona non grata” pelo governo dos Estados Unidos, informou neste domingo (8) o porta-voz do Departamento de Estado, William Ostick. A embaixada da Venezuela em Washington recebeu a notificação oficial na sexta e a cônsul deverá deixar o país antes de terça-feira. Detalhes específicos sobre os motivos da decisão não foram divulgados.

Em dezembro, a rede de televisão “Univisión” exibiu o documentário “A ameaça iraniana” sobre um suposto plano em 2006 para atacar os sistemas de várias usinas nucleares nos EUA, além da Casa Branca, do FBI (polícia federal americana) e da CIA (agência de inteligência americana). Alguns dos entrevistados disseram que as embaixadas de Irã, Cuba e Venezuela também teriam participado.

Após a transmissão do documentário, o presidente da organização de Venezuelanos Perseguidos Políticos no Exílio (Veppex), José Antonio Colina, se pronunciou a favor de investigar a cônsul, que ocupava o cargo desde março de 2001. A entidade enviou uma carta no último dia 12 de dezembro à secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, pedindo que retirasse o consentimento a Livia por supostamente pertencer ao Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin).

“Não se pode utilizar a imunidade diplomática para conspirar em território estrangeiro contra a segurança do país”, disse Colina. Na ocasião, o governo venezuelano disse que o conteúdo do documentário era “mentiroso”.
Os legisladores republicanos da Flórida, Ileana Ros-Lehtinen, Mario Díaz Balart e David Rivera, e o democrata de Nova Jersey, Albio Sires, também solicitaram a Hillary que investigasse as acusações contra a diplomata venezuelana e, caso fossem comprovadas, pedisse sua saída imediata do país
Até a tarde deste domingo, o presidente venezuelano Hugo Chávez não havia comentado a decisão dos EUA. A expulsão da consulesa de Miami ocorre pouco antes que o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, chegue a Caracas para uma visita de Estado, neste domingo.
Com informações da Efe, BBC Brasil e AFP
Share on Google Plus

Editor Luiz Sergio Castro