sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Padre da Igreja Católica é iniciado na Maçonaria

Os tempos estão mudando, o conhecimento sempre vai se sobre por aos dogmas.

A Ordem Maçônica Milenar, durante sua longa história teve sempre como grande rival a Igreja Católica Apostólica Romana. Por ser uma associação secreta e fugir do controle de todos; os católicos, nunca aceitaram e por não ter conhecimento das ações e de sua filosofia espalharam os mais absurdos boatos sobre a maçonaria. Quando um religioso resolvia ingressar na ordem secreta, logo era visitado por religiosos fazendo de tudo, com o objetivo de desestimular o profano a ingressar na maçonaria.

Hoje mesmo vivendo na era da tecnologia, do progresso, etc... a falta de conhecimento de muitos, ainda faz pensar, que a MAÇONARIA tem práticas absurdas.
O recado direto da maçonaria da região norte, do estado do Ceará, faz cair por terra, toda rejeição no meio católico.

Ingressou na Ordem Maçônica, na Loja Humberto Taumaturgo Dias Nº 37, do Oriente de Reriutaba, o padre Cícero Gomes de Souza (foto). 

O padre ou irmão Gomes teve uma passagem de seis meses em Ipu, sendo auxiliar do Mons. Moraes em 2007, na paróquia de São Sebastião. Ordenado na Espanha em 2010, atualmente, o Padre Gomes mora em Reriutaba.

Afirma que ingressou na Ordem maçônica, depois de várias consultas da filosofia maçônica e que tem observado em Reriutaba, que todo maçom tem um comportamento diferenciado. "É um homem de paz, compreensivo e de muito amor" disse o padre sobre os irmãos.

O padre irmão esteve na cidade de Ipu fazendo uma visita aos irmãos da Loja Vigário Bartolomeu Fagundes Nº 35, Oriente de Ipu, na última terça-feira dia 25.10.2011. Na oportunidade foi recepcionado pelas luzes da loja.

Se algum religioso tem dúvidas da ordem maçônica, pergunte ao Padre maçom "Gomes".
Fonte: http://mensageirodaartereal.blogspot.com/

Um comentário:

  1. A igreja católica é contraria a maçonaria, o padre Gomes esta desobedecendo a sua igreja. Um católico verdadeiro não entra e também não aceita a maçonaria. Meu Deus a onde vamos parar.

    ResponderExcluir